Compartilhe
15.07.2011
Programação de 15/07

Bom dia a todos!

Sessões especiais:
Hoje, teremos a segunda sessão surpresa do VII Fantaspoa, às 19 horas, no CineBancários, em sessão comentada com o diretor do filme apresentado. Quem foi na primeira sessão surpresa desta edição do Fantaspoa, sabe que esse é um programa imperdível. Afinal, é uma bela atividade essa, de ir ao cinema assistir a um filme que não se tem ideia de qual é. E, para completar, ainda com debate com o diretor da obra.
Mais tarde, às 21:15 no CineBancários, o italiano Stefano Bessoni estará presente na première latino-americana de seu filme Krokodyle, que tem trilha sonora assinada pelo oscarizado Michael Nyman. Stefano Bessoni é o ministrante do Workshop de Animação do VII Fantaspoa, inclusive.

Primeira sessão de Esquartejado será hoje, às 19 horas, na Sala Paulo Amorim. Esse filme foi exibido no Imagine Film Festival e teve uma ótima repercussão. Mistura de comédia com horror, certamente é uma boa pedida para essa sexta-feira maravilhosa.

Os demais filmes estão em suas últimas exibições. Afinal de contas, está chegando o filme dessa edição do Fantaspoa, infelizmente. Transmissão, uma das diversas gratas surpresas que essa curadoria recebeu esse ano, que mostra um grupo de pessoas tentando viver num mundo em que as redes de comunicação simplesmente pararam de funcionar. Muito belo e contemplativo. O Legado Valdemar II: A Sombra Proibida é um filme espanhol, continuação de O Legado Valdemar, exibido no Fantaspoa ano passado. De qualquer forma, se você não viu o primeiro, pode ficar tranquilo, pois não perderá quase nada em termos de compreensão assistindo apenas a esse. É o último filme que teve participação do célebre ator Paul Naschy, que teve sua vida documentada em um filme que, por sinal, foi exibido há alguns dias atrás, o O Homem Que Viu Frankenstein Chorar. Temos também a exibição do controverso Caráter Violento, às 17h, no CIneBancários.
Enfim, aproveitem esse último final de semana do Fantaspoa!
VII Fantaspoa é apresentação dos Correios e do Governo Federal.

Abraços,
João Fleck e Nicolas Tonsho